Uncategorized

Showing the single result

27.00 

[MENSAGEM DO AUTOR]

Quando pensei neste livro, pensei-o para ser sensível a todos os que em Portugal trabalham ou têm alguma responsabilidade no setor social, assim como no governo local e nacional.

Defendo que uma perspetiva macro para analisar o setor social é útil. Quando se faz esse exercício, os contornos dos problemas concretos desaparecem, e aparecem, robustas, as grandes tendências do setor. Essas tendências são o resultado das bases materiais das sociedades e das grandes escolhas dos coletivos. As atribuições causais e as emoções também desaparecem, e aparece a frialdade da estatística. E é esta estatística que identifica os “riscos” no setor social, que defino como as grandes bolsas de necessidades sociais não cobertas da população, ou quando existe uma sobreoferta de serviços em determinados serviços e localizações.

Reconheço que sempre gostei deste tipo de análise. Não obstante, sempre tive consciência que por trás destes dados existem pessoas que trabalham ou que são utentes dos serviços. Por isso, queria dedicar este meu trabalho a todos os profissionais que a partir do setor social têm mostrado uma enorme valentia na luta contra o COVID. Tenho muito orgulho em ter formado alguns deste profissionais, sejam gerontólogos, assistentes sociais, psicólogos ou outros.

Para que eles saibam que tenho muito orgulho em ter sido seu professor.

Para todos um bem-haja.

Jose Ignacio Guinaldo Martín

This site uses cookies to offer you a better browsing experience. By browsing this website, you agree to our use of cookies.